28 de abr de 2009

Se liga autoridade!


Só depois do aparecimento de três casos suspeitos de gripe suína é que as autoridades locais de saúde começaram a se mexer. Os sites do Governo do Estado e da Secretaria de Saúde só foram alimentados hoje (28.4) à tarde com informações sobre o assunto. O portal da Prefeitura de Florianópolis continua vazio.

Se informação é a melhor arma contra o pânico, então as autoridades devem começar a trabalhar o quanto antes. Há pouco um médico disse na Globo News que a população não deve ficar preocupada, mas as autoridades sanitárias precisam estar alarmadas.

Parece que foram todos na conversa do presidente Lula que, do alto de sua longa experiência na área da saúde pública, assegurou que o Brasil dispunha de vacinas. Só faltou dizer que a gripe suína é apenas uma marola. O Ministério da Saúde logo se apressou em explicar ao distinto que "não existe vacina contra esse novo subtipo de vírus de influenza suína, responsável por essa ESPII".

Essa e outras informações estão na nota do Ministério da Saúde reproduzida no site da secretaria estadual de Saúde de Santa Catarina.

Na página da Secom (Governo do Estado) encontramos discreta chamada para entrevista do diretor estadual de Vigilância Epidemiológica, Luis Antonio Silva, um dos poucos que está realmente ligado nessa gripe e no avanço da febre amarela vinda do Rio Grande do Sul e outras ameaças como a dengue. Confira (clique Rádio).



Sintomas*

Febre repentina acima de 38 graus acompanhada de um ou mais dos seguintes sintomas: tosse, dificuldade respiratória, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações; e ter como procedência as áreas afetadas, nos últimos 10 dias.

*Critérios de caso suspeito estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde e pelo Ministério da Saúde.

Confira outras informações oficiais.

Ilustrações: Gallo Sépia

Charge do Frank


Nenhum comentário:

Postar um comentário