24 de mar de 2009

Assembléia, eleição, passeata e uma dica


HOJE

A comunidade da Barra do Sambaqui continua em alerta e realiza nessa terça-feira (24.3) mais uma assembléia geral extraordinária no salão paroquial da Capela de São Sebastião, à partir das 20 horas.

Motivos para estar presente

* Ainda não está confirmada a ampliação da rede de coleta para atender os moradores da Barra.

*
A Prefeitura e a Casan ainda não disseram com todas as letras que a ETE não vai ser mais construída no local.

* O manguezal de Ratones e a Baía Norte não foram oficialmente descartados como locais de instalação de uma ETE e emissário submarino.

* Nem a conversa com o ministro da SEAP, Altemir Gregolin, rendeu frutos concretos até agora.

A pressão exercida pela comunidade e a força do movimento estão levando as autoridades a dar declarações, realizar reuniões e chamar para conversas, mas no fundo esperam um momento de vacilo para executar o planejado - sem estudos técnicos, sem projeto global do sistema e sem licença ambiental, com algum aval da Fatma e o comportamento de avestruz do Ibama.


AMANHÃ

O Fórum Permanente das Associações Comunitárias da Bacia do Rio Ratones realiza uma assembléia geral extraordinária amanhã (quarta, 25.3), visando a eleição e posse dos novos membros dos conselhos Deliberativo e Fiscal e da diretoria executiva da entidade. O Edital de convocação da assembléia do último dia 1º, foi assinado pela atual presidente, Maria Isavel Prates Carpeggiani e a secretária de comunicação do Fórum, Munira Seleme. A assembléia começa às 19 horas e acontece no auditório da sede do Conselho Comunitário Pontal do Jurerê - CCPontal, localizada à Avenida das Palmeiras n° 566, no Pontal do Jurerê (Daniela).


SÁBADO



DICA - Vozes das sombras


"Voces desde los sitios ocultos", publicada na edição de hoje (24.3.2009) da revista eletrônica Rebelión, nos remete a um universo subterrâneo de todos os tipos imagináveis e inimagináveis de torturas, seqüestros, chantagens, prisões ilegais e clandestinas, assassinatos... Tudo Made in EUA, na esteira do pós-11 de Setembro. Escrito pelo jornalista Mark Danner, teve como ponto de partida um "Informe del Comité Internacional de la Cruz Roja" sobre el tratamento dispensado a 14 “detenidos de alto valor” pela CIA (47 páginas, fevereiro de 2007). O texto original foi publicado no The New York Review of Books e traduzido do inglês para a revista Rebelión por Sinfo Fernández, S. Seguí e Germán Leyens com revisão de Caty R. Um retrato das mazelas contemporâneas. A ilustração acima é de Matt Groller, publicada originalmente na versão eletrônica da revista Rolling Stones.

Nenhum comentário:

Postar um comentário