5 de fev de 2009

Estação da Casan começa a "feder"

Rio Veríssimo e ao fundo o manguezal de Ratones.

Mensagem de Carlos Roberto Estrella, morador da Barra de Sambaqui, encaminhada ao Sambaqui na rede.

"BARRA DE SAMBAQUI - ETE NÃO

Depois da área criminal da Procuradoria da República receber ofício do IBAMA para processar criminalmente o Presidente da Casan, a Procuradora Analúcia Hartman agendou vistoria técnica para a área de locação da obra às margens do Rio Veríssimo, na Barra de Sambaqui.

A CASAN, de notória incompetência operacional, ameaça poluir o último rio não poluido da cidade, construindo uma ETE sem licenças ambientais, sem estudo de impacto ambiental e sem consulta à comunidade em audiência pública. A CASAN licitou e contratou a obra, sem o projeto final de engenharia, ferindo a legislação.

A Comissão de Moradores também visitou à Assembleia Legislativa, recebendo apoio dos deputados Renato Henning e Edson Andrino, da Comissão de Meio Ambiente, que solicitaram preliminarmente audiência à área técnica da CASAN buscando a relocação da obra, numa tentativa de solução administrativa, sob pena de convocação de audiência pública pela Comissão de Meio Ambiente da Assembleia.

Também a senadora Idely Salvatii por e-mail hipotecou apoio à Comunidade disponibilizando suporte jurídico para ação judicial que ponha fim ao desmando

Agradecendo o apoio, subscrevemo-nos atenciosamente

Comissão dos Moradores da Barra de Sambaqui".


Dois importantes eventos agitam o bairro de Sambaqui
e região no sábado e domingo, 7 e 8 de fevereiro.





Mostra Cultural
Primeiro a Mostra Cultural e Esportiva Gincaponta 2009, na Ponta de Sambaqui, evento que substitui a gincana realizada anualmente, por falta de equipes. Durante a manhã e tarde de sábado acontecem competições esportivas e à noite as atividades culturais: pau-de-fita (20h30), boi-de-mamão (21h) e uma retrospectiva de apresentações de palco das equipes Nativus, Baguaras, Sambaqui e Amigos. A noite termina com uma oficina de violão por conta do projeto Pescadores de Cultura Baiacu de Alguém e apresentação da banda Mr. Joe. Confira abaixo a programação completa.


Esgoto sim, no mangue não!
No domingo, às 15 horas, a região da praia das Flores vai ferver com o protesto contra a instalação de uma estação de tratamento de esgotos na Barra de Sambaqui, junto ao manguezal de Ratones (Estação Ecológica de Carijós) e na margem do rio Veríssimo. A iniciativa do movimento Esgoto no mangue, não! e Conselho Comunitário da Barra de Sambaqui, ganhou o apoio de moradores e entidades de Sambaqui e Santo Antônio. A Casan se nega a apresentar o projeto da rede de coleta e tratamento de esgotos do distrito, cuja ordem de serviço no valor de R$ 11,3 milhões foi assinada no último dia 14 de janeiro no clube Avante.


Programa da Mostra Cultural e Esportiva

(Clic para ampliar)



Nenhum comentário:

Postar um comentário