7 de jan de 2009

Adeus, belo exemplar de garapuvu!

Foi dramática a despedida. O garapuvu que levou 15 anos para se tornar robusto, foi tombado pelo vendaval em segundos e transformado em pequenas toras em menos de duas horas. O serviço foi feito pelo Eraldo Machado (Melado), com o uso de uma moto-serra e autorização verbal da Floram. O repórter-fotográfico Marco Cezar me fazia uma visita e aproveitou para registrar o fim de uma vítima do vendaval. Enquanto a árvore era feita em pedaços, Israel bombadeava uma escola da ONU em Gaza, matando dezenas de civis.










Posição antes do corte. No primeiro plano uma parte da base da árvore, símbolo de Florianópolis, com raízes superficiais. Se voce tem um garapuvú nas proximidades de casa, procure a Floram e obtenha uma autorização de corte. Caso deseje plantar um exemplar, o faça longe de qualquer edificação. Evite construir perto de um garapuvu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário